Escolha uma Página

Republicado com tradução automática de https://www.gov.br/

O Governo Federal do Brasil instituiu uma Agenda Permanente de Cinco Anos para a Segurança no Trânsito que visa promover ações e políticas públicas para prevenir acidentes nas rodovias, incluindo o iRAP como a métrica de segurança para a infraestrutura viária.

O acordo de cooperação foi assinado ontem por órgãos do Executivo federal e organizações da sociedade civil, entre elas o iRAP, durante a abertura do I Seminário Internacional de Segurança Viária.

O vice-ministro da Infraestrutura, Bruno Eustáquio, destacou o esforço realizado nos últimos quatro anos pelo Ministério da Infraestrutura (MINfra) desburocratizar o setor de transportes e conectar pessoas e regiões ao desenvolvimento do país. Ele também enfatizou a necessidade de reduzir as mortes e lesões no trânsito.

“Com a soma de nossas agendas de desburocratização e transformação digital, vamos mudar o comportamento do brasileiro no trânsito”, destacou.

O acordo de cooperação está alinhado aos pilares do Plano Nacional de Redução de Mortos e Acidentes no Trânsito (Pnatrans), que prevê a redução de 50% no número total de mortos e feridos graves decorrentes de acidentes de trânsito no país até 2028.

Tem como objetivo coordenar as ações dos diferentes atores da segurança viária para tornar as vias mais seguras e, consequentemente, reduzir o risco de acidentes graves.

Em vigor há cinco anos, a iniciativa reúne a colaboração do MInfra, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Infra SA, Associação Brasileira das Concessionárias de Rodovias (ABCR), Associação Brasileira das Empresas de Engenharia de Tráfego (Abeetrans), Instituto Nacional de Projetos de Trânsito e Segurança (Inprotran), Associação Brasileira de Segurança Viária (ABSeV), International Road Assessment Programme (iRAP) e agenda internacional do Observatório Nacional de Segurança Rodoviária (ONSV).

A presença do Brasil na agenda internacional também foi destacada pelo secretário nacional de Trânsito, Frederico Carneiro. “Vivemos um contexto em que o Brasil busca alcançar grupos internacionais como a OCDE [Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico], e na área de trânsito, especificamente, o WP1 e o WP29, dois importantes grupos de trabalho que tratam do tema de segurança viária e regulamentação de veículos automotores”, especificou. Na opinião do secretário, para o país ganhar destaque internacional, o primeiro passo é mostrar o que tem sido feito internamente para evitar as mortes no trânsito.

Patrocinado pelo MInfra, por meio do Departamento Nacional de Trânsito (Senatran), o 1.º Seminário de Segurança Rodoviária decorrerá de 21 a 23 de novembro. Na programação, palestras, painéis e workshops serão apresentados por especialistas nacionais e internacionais em segurança no trânsito, com o objetivo de promover a discussão sobre melhores práticas, planos, desafios e avanços para melhorar a segurança viária no Brasil alinhados à Década de Ação para o Trânsito da ONU Segurança 2021-2030.

“Este é o maior evento já realizado no Brasil nessa área de segurança viária. Um evento internacional, que conta com palestrantes renomados, que certamente trarão inúmeras contribuições para a formação dos participantes”, finalizou o vice-ministro do MInfra.

O evento está sendo transmitido no Canal do YouTube do MInfra com tradução simultânea em inglês e português.

iRAP Global Projetos O Diretor Julio Urzua assina o Acordo

Crédito das imagens: iRAP 

Print Friendly, PDF & Email

O International Road Assessment Programme (iRAP) É UMA CARIDADE REGISTRADA COM STATUS DE CONSULTOR DA UN ECOSOC
O iRAP está registrado na Inglaterra e País de Gales sob o número de empresa 05476000
Caridade número 1140357

Sede registrada: 60 Trafalgar Square, Londres, WC2N 5DS
ENTRE EM CONTATO │ Europa │ África │ Pacífico Asiático │ América Latina e Caribe │ América do Norte

pt_BRPortuguês do Brasil
Compartilhar isso

Compartilhar isso

Compartilhe este post com seus amigos!